Vêneto e Laffort: o potencial da Biodiversidade

compartilhar

Em duas noites, a Vêneto Mercantil e a Laffort promoveram degustações com o intuito de possibilitar a análise efetiva do potencial qualitativo e de diferenciação da nova levedura Zymaflore Delta e da levedura no-saccharomyces Zymaflore Alpha. Oferecida para os clientes da empresa, degustação teve como tema “O Potencial da Biodiversidade - a utilização das leveduras e dos carvalhos Nobiles na diferenciação, complexidade e afinamento de vinhos e espumantes”.  A degustação foi orientada pelo responsável técnico da Laffort na América Latina, Fernando Córodova, em Bento Gonçalves, na Casa Valduga, no dia 13 de agosto, e em Flores da Cunha na Escola de Gastronomia UCS-ICIF, no dia 15 e agosto.

Foram degustadas amostras produzidas no Brasil e no Chile, com vinhos bases para espumante, vinhos brancos e tintos. Além das novidades, amostras elaboradas utilizando carvalhos da linha Nobile, da Laffort, também foram degustadas, evidenciando grandes possibilidades de diferenciação disponíveis aos enólogos do mundo todo.